ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Embrapa lança página eletrônica sobre o Código Florestal

27/07/2016 14:42 - Meio ambiente

Na cerimônia, ministro interino destaca a consciência ambiental do produtor brasileiro.


Eumar Novacki, à esquerda: ferramenta atenderá ao produtor (Antônio Araújo/Mapa)

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, lançou, em Brasília, nesta quarta-feira (27), uma página eletrônica sobre o Código Florestal, lei aprovada em maio de 2012 que estabelece as normas para a preservação e recuperação da vegetação nativa brasileira.

O ministro interino Eumar Novacki disse que o hotsite atende ao setor produtivo, que precisava de informações detalhadas sobre como colocar o Código Florestal em prática. "O produtor hoje tem a consciência de que precisa se adequar às normas ambientais”, afirmou.

A página fica dentro do portal da Embrapa (https://www.embrapa.br/codigo-florestal) e é resultado do trabalho de mais de 200 pesquisadores e analistas. “O objetivo é compreender a lei e oferecer as ferramentas para implementá-la", disse o presidente da Embrapa, Maurício Lopes. O internauta encontra, por exemplo, o que são as áreas de preservação permanente, de reserva legal e de uso restrito e como recuperá-las.

O hotsite também mostra as 103 espécies vegetais nativas recomendadas para o Cerrado. "Em breve, vamos incluir as indicações para outros biomas, como a Mata Atlântica", informou Lopes. O produtor também pode saber onde encontrar sementes e mudas em Minas Gerais. A meta da Embrapa é disponibilizar na página viveiros de mudas e sementes de outros estados.

O texto do Código Florestal também pode ser acessado na página eletrônica. O ministro interino da Agricultura lembrou a importância da lei e do papel do Brasil em conciliar preservação e produção de alimentos. “Temos a certeza de que vamos ser referência para o mundo em qualidade de produção e respeito ao meio ambiente. São duas premissas que não podemos abrir mão".

Mais informações à imprensa:
Assessoria de comunicação social
imprensa@agricultura.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!