ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

02/02/2016 - Diretor da Associação Brasileira dos Produtores da Maçã apresenta demandas do setor

Por Renan Arais Lopes - Agência Senado e Assessoria de Imprensa em 02/02/2016 

Moisés Lopes de Albuquerque conversou com a senadora Ana Amélia nesta terça-feira

O diretor-executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Maçã (ABPM), Moisés Lopes de Albuquerque, esteve nesta terça-feira (2) com a presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado, senadora Ana Amélia (PP-RS), para tratar de demandas do setor. Além disso, foi debatida a possibilidade da realização de audiência da CRA no Sul do Brasil, no segundo semestre, para debater questões ligadas a essa cadeia produtiva.
Senadora Ana Amélia Lemos e Sr. Moisés Lopes de Albuquerque, Diretor Executivo ABPM
Senadora Ana Amélia Lemos e Sr. Moisés Lopes de Albuquerque, Diretor Executivo ABPM
Na conversa, o diretor manifestou preocupação com a possibilidade da entrada no Brasil de maçã importada da China. Segundo ele, as negociações, por enquanto, são restritas à pera, mas devem ser ampliadas para a maçã. Essa prática gera apreensão ao setor no Brasil por conta de questões fitossanitárias. Albuquerque explicou que há o risco da entrada de pragas, entre elas a Cydia pomonella, já erradicada no Brasil.

A outra demanda é em relação à subvenção ao prêmio do seguro agrícola. O setor da maçã tem a receber até R$ 25 milhões do governo federal em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul e no Paraná. Com o começo da colheita, as seguradoras têm exigido que os produtores assegurem a parte devida pelo governo para não perderem a cobertura. O problema causa apreensão a pequenos produtores.

A cadeia produtiva da maçã, segundo o diretor, movimenta R$ 6 bilhões anuais no Brasil e gera quase 200 mil empregos diretos e indiretos. A senadora Ana Amélia, que no ano passado já esteve reunida com a ministra Kátia Abreu para tratar destes temas, garantiu que seguirá atenta às demandas apresentadas. Já o requerimento para a realização da audiência, será analisado na próxima reunião da CRA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!