ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Entrevista ABPM ao Canal Rural: Acordo com China preocupa cadeia de maçã brasileira

7 de Janeiro de 2016 às 15:45 Canal Rural

País asiático tem subsídios para a produção, o que faz com que o valor da fruta chegue pela metade do preço que é vendida atualmente no Brasil.

Os produtores de maçã temem que o acordo de comércio bilateral entre Brasil e China prejudique o preço da fruta. A preocupação é porque o país asiático tem subsídios para a produção, o que faz com que o valor da maçã chegue pela metade do preço que é vendida atualmente no Brasil. 

O país chinês pretende vender a fruta no Brasil por R$ 34 a caixa, porém, esse valor é apenas a produção da fruta no Brasil.

O diretor e presidente da Associação Brasileira de Produtores de Maçã, Pierre Nicolas Pérès, diz que ação pode prejudicar a produção brasileira.

Produção 
A China produz 50% de toda a maçã do mundo, cerca de 40 milhões de toneladas da fruta. 

Os Estados Unidos é a segunda colocada e produz apenas cinco milhões de toneladas, enquanto o Brasil produz cerca de um milhão de tonelada. 

O Brasil exporta cerca de 15% da produção, e o principal mercado é Bangladesh. Na Europa, o Brasil exporta para as grandes potências tais como, Reino Unido, Itália, Holanda, Portugal e Espanha. No oriente médio, a maçã vai para a Arábia Saudita e Emirados Árabes. 

O Brasil produz 55% de maçã do grupo Gala, 40% da Fuji e 5% de outros tipos. Já a China, produz 75% apenas do tipo Fuji e 25% dos outros tipos.

Mercado & Cia - Canal Rural - Click para assistir a entrevista

Fonte:http://www.canalrural.com.br/noticias/mercado-e-cia/acordo-com-china-preocupa-cadeia-maca-brasileira-60343

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!