ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Importação de maçã chinesa é o tema central do Gabinete Itinerante

05/10/2015 - 13h56min

Deputado Gabriel Ribeiro em São Joaquim
O temor dos produtores de maçã em relação à importação da fruta chinesa foi o principal assunto do Gabinete Itinerante realizado pelo deputado Gabriel Ribeiro (PSD) em São Joaquim, na sexta-feira à noite. A fruta daquele país recebe pesados subsídios e chega ao Brasil com preço inferior ao custo de produção catarinense. Além disso, a China não tem controle fitossanitário e há um risco do produto ser importado com a praga chamada Cydia pomonella (conhecida como vespa da maçã), erradicada no Brasil após um trabalho de quase 20 anos. 

Conforme a Associação Brasileira dos Produtores de Maçã, a China subsidia os produtos rurais em 292,6 bilhões de dólares. Com isso, a maçã chegaria ao Brasil custando em torno de R$ 34 a caixa, enquanto o custo de produção em Santa Catarina é de R$ 35 a caixa. Durante a reunião, os pomicultores citaram outra importação de maçãs, que entrou no país com 29 cargas contaminadas. “A importação da China será um desastre para Santa Catarina”, afirmou o parlamentar. 

A categoria ainda reforçou o pedido ao deputado Gabriel Ribeiro para a liberação da subvenção ao prêmio do seguro agrícola. O parlamentar vem tratando deste tema desde o começo de julho com o secretário de Estado da Agricultura, Moacir Sopelsa, e os dois terão novo encontro nesta segunda-feira (5). 

Na terça-feira, como integrante da Comissão da Agricultura da Alesc, Gabriel Ribeiro estará em Brasília participando de audiência pública na Câmara dos Deputados, onde os produtores de maçã irão apresentar as suas demandas e buscarão o apoio dos parlamentares para que intercedam junto ao Ministério da Agricultura para que o Brasil não importe as frutas chinesas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!