ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Inverno de pouco frio não deverá prejudicar produção de maçã em Palmas

Segundo o presidente da Frutipar, Ivanir Dalanhol, Palmas mantém boa média de Unidades de Frio.

O inverno atípico, com poucos registros de temperaturas baixas, não deverá prejudicar de forma excessiva os pomares de maçã de Palmas, sul do Paraná. De acordo com o presidente da Frutipar (Associação dos Fruticultores do Paraná) e diretor-técnico de qualidade da ABPM (Associação Brasileira dos Produtores de Maçã), Ivanir Dalanhol, o cálculo de unidades de frio, parâmetro utilizado para definição da quebra de dormência das plantas, está se mantendo dentro da média histórica dos últimos 30 anos. “Quando a temperatura passa de 22ºC, começa a diminuir as unidades de frio. Há um estudo que diz que o ideal é que a temperatura fique entre 4ºC e 12ºC, para termos uma somatória de unidades de frio muito boa.”, explicou.

Em entrevista ao RBJ, contestou os números apresentados pelo IAPAR (Instituto Agronômico do Paraná) no cálculo de unidades de frio, pois, de acordo com Dalanhol, municípios mais quentes que Palmas, exemplo de Major Vieira e Videira, em Santa Catarina, que apresentam unidades de frio muito maiores que o município paranaense.

Reconheceu que o processo para quebra de dormência e brotação não deverá acontecer normalmente, mas dentro do período projetado, porém, a produção deverá ser menor que a do último ano. Orientou aos produtores para que tenham atenção entre os dias 30 de agosto e 10 de setembro, que é o melhor período, segundo estudos agronômicos, para aplicação dos produtos para a quebra. “Não é um ano bom. O produtor tem que lançar mão da quebra de dormência, acertar o melhor dia para fazer a aplicação.”, apontou.

Escrito por Guilherme Zimermann


Fonte:http://www.rbj.com.br/geral/inverno-de-pouco-frio-nao-devera-prejudicar-producao-de-maca-em-palmas-4828.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!