ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Rússia estende até junho de 2016 embargo contra países ocidentais

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou na última quarta-feira (24/06) a prorrogação, até junho de 2016, do embargo sobre a maioria dos alimentos decretado por Moscou contra países ocidentais em resposta às sanções econômicas contra o país.

A União Europeia prorrogou na terça-feira (23/06) até ao final de janeiro de 2016 as sanções econômicas contra a Rússia, implementadas por seu envolvimento no conflito na Ucrânia.

Estas sanções, que afetam setores inteiros da economia russa, incluindo o financeiro, de defesa e petróleo, expirariam em julho.

As medidas foram promulgadas há quase um ano pelos europeus após a anexação da península ucraniana da Crimeia pela Rússia, também acusada de apoiar os combatentes separatistas no leste da Ucrânia, fornecendo armas e implantando suas tropas regulares.

Em resposta, Moscou introduziu em agosto de 2014 uma proibição a maior parte dos produtos alimentares de países que aplicam sanções contra ele, que afeta sobretudo os agricultores da UE.

"Já dissemos muitas vezes: nas sanções há um princípio, a reciprocidade, e é essa a nossa abordagem", avisou na segunda-feira o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Informações da USDA: Em 24 de junho de 2015, o Presidente Putin assinou o decreto nº 320 que se estende proibição da Rússia à importação de produtos agrícolas dos Estados Unidos, Canadá, União Europeia, Austrália e Noruega até 06 de agosto de 2016 e encarregou o Governo para garantir a sua execução. O Governo, em seguida, emitiu o Decreto No. 625 de 25 de junho de 2015, que altera a lista de produtos agrícolas para excluir um tipo adicional de truta fritada, bem como jovens ostras e mexilhões, enquanto aperta a proibição de laticínios e derivados, especificando que os produtos sem lactose agora só especializados para tratamento terapêutico e preventivo a nutrição dietética são permitidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!