ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Cera em frutas como maçã serve para proteção e não faz mal à saúde

Pesquisadora do IAC tira dúvidas de leitor, que enviou pergunta pelo Facebook
POR TERESA RAQUEL BASTOS

Consultamos Lenice Magali do Nascimento, pesquisadora científica do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), que trabalha com pós-colheita de citros. O que reveste as frutas brilhantes e apetitosas nos supermercados é, na grande maioria, a mistura de cera de carnaúba e resinas para dar brilho. Estas últimas são feitas à base de colofônia, que assim como a carnaúba, tem origem vegetal. Pode ser utilizada também a cera produzida pelas abelhas, ou ainda a goma laca, que é uma resina produzida por um inseto (Kerria lacca).

O uso das resinas serve apenas para dar brilho e deixar a fruta mais atrativa, mas a cera tem um motivo mais nobre: repor a cera natural dos frutos, que saem com a lavagem e o atrito da escovação pós-colheita. Essa película ajuda a fruta a durar mais. “Após colher a fruta, ela vai ser lavada e escovada para tirar o grosso da sujeita que vem do campo. Com isso, sai também a cera natural que evita que ela transpire mais, e com isso, perca água. Isso gera mais tempo na prateleira”, diz a pesquisadora. Uma fruta sem a cera duraria três dias, contra uma semana ou mais com o revestimento.
Maçãs têm cera natural, afirma pesquisadora (Foto: Thinkstock)

Lenice afirma que as maçãs no Brasil não recebem a cera artificial nas indústrias. “A maioria das frutas que aplicam cera não se come a casca (como o caso de tangerinas, laranjas e abacate). A maçã brasileira não recebe aplicação de cera, a que ela tem é natural. Aqui no Brasil as empresas produtoras de maçã, como o caso da Fischer (que embala o produto com a marca Turma da Mônica e que teve a qualidade questionada em vídeos na internet), não aplicam óleo nem cera a base de carnaúba. Não há necessidade”, explica. 

A fruta é colhida, lavada com cloro, e em seguida passa por secagem e vai para a embalagem. “Ela não deve ser escovada como as frutas de cascas mais grossas. O excesso de escovação vai ferir a casca, é uma fruta muito sensível”.

Saúde

Elas não fazem mal à saúde, diz Lenice. Como são ceras naturais, não causam problemas, pois são consideradas aditivos alimentares pela Comissão Europeia, levando-se em consideração a especificidade de diferentes tipos de cera sobre diferentes frutos, além do que a maioria das frutas enceradas normalmente se come sem a casca. A carnaúba, inclusive, é exportada para diversos países na Ásia e Europa, tornando o Brasil o maior produtor do mundo. A plantação de carnaúba fica concentrada na região Nordeste.

fonte: ABRASFRUTAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!