ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Novo estudo diz que comer maçãs pode aumentar o prazer sexual em mulheres

Tem sido dito que uma maçã por dia mantém o médico longe, mas novas pesquisas sugerem que ela pode fazer muito mais do que isso. 

Um novo estudo publicado na revista Archives of Ginecology and Obstetrics sugere que comer mais maçãs leva a melhor sexo para as mulheres. 

Os pesquisadores analisaram 731 mulheres italianas sexualmente ativas com idade entre 18-43 sem história ou queixa de distúrbio sexual. As mulheres que tomam medicamentos ou sofrem de depressão foram excluídos do estudo também. 

Os participantes foram separados em dois grupos: o que há consumo regular de maçã (1-2 maçãs por dia) e o que não há consumo de maçã (0-0,5 maçãs por dia). As mulheres preencheram então o Female Sexual Function Index (FSFI), que é composta de 19 perguntas sobre a função sexual, a frequência sexual, orgasmo, lubrificação e satisfação sexual global. 

Os pesquisadores descobriram que "o consumo diário de maçã está associada com maiores resultados do FSFI em pacientes do sexo feminino sexualmente ativas, aumentando assim a sua lubrificação e função sexual em geral." 

Então, por que maçãs? 

Os pesquisadores acreditam que as maçãs podem melhorar a função sexual porque, como vinho tinto e chocolate, que contêm polifenóis e antioxidantes que podem estimular o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais e da vagina, contribuindo assim com a excitação. 

Não só isso, os pesquisadores dizem que maçãs contêm phloridzin, um fitoestrógeno comum que é estruturalmente semelhante ao estradiol - um hormônio sexual feminino - e desempenha um papel enorme na lubrificação vaginal e sexualidade feminina. 

Claro que, o estudo tem as suas limitações. É uma amostra relativamente pequena e é difícil correlação separado de causalidade. No entanto, observam os pesquisadores, os resultados são no mínimo "intrigantes." 

Agora nos dêem licença, enquanto nós vamos comer algumas maçãs.


(Versão Original - Google Tradutor)

New Study Says Eating Apples May Increase Sexual Pleasure In Women

It's been said that an apple a day keeps the doctor away, but new research suggests it can do a lot more than that.

A new study published in Archives of Gynecology and Obstetrics suggests that eating more apples leads to better sex for women.

Researchers analyzed 731 sexually active Italian women aged 18 to 43 with no history or complaint of sexual disorder. Women taking prescription drugs or suffering from depression were excluded from the study as well.

Participants were separated into two groups: regular apple consumption (one to two apples a day) and no apple consumption (0 to 0.5 apples per day). The women then filled out the Female Sexual Function Index (FSFI), which is comprised of 19 questions about sexual function, sexual frequency, orgasm, lubrication and overall sexual satisfaction.

Researchers found that "daily apple use is associated with higher FSFI scores in sexually active female patients, thus increasing their lubrication and overall sexual function."

So why apples?

The researchers hypothesize that apples may improve sexual function because, like red wine and chocolate, they contain polyphenols and antioxidants that can stimulate blood flow to the genitalia and vagina, thus helping with arousal.

Not only that, researchers says apples contain phloridzin, a common phytoestrogen that is structurally similar to estradiol -- a female sex hormone -- and plays a huge role in vaginal lubrication and female sexuality.

Of course, the study has its limitations. It's a relatively small sample size and it's difficult to separate correlation from causation. However, the researchers note the results are "intriguing," to say the least.

Now excuse us while we go eat some apples.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!