ABPM NA INTERNET:

Conecte-se à ABPM:

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Supermercado é o local onde mais se compra por impulso, diz pesquisa

fonte:http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2013/10/supermercado-e-o-local-onde-mais-se-compra-por-impulso-diz-pesquisa.html

Shopping e venda online não estão mais entre os campeões de preferência.
Levar a lista e fazer compras com calma são segredos para gastar menos.O supermercado ultrapassou o shopping e hoje é onde mais as pessoas compram por impulso, revelou uma pesquisa. Para muitos, basta uma voltinha pelo shopping center para despertar em algumas pessoas uma vontade de gastar. É o que acontece com o empresário Cláudio Lima. “Todas as vezes que eu venho para o shopping, eu gasto sempre mais do que eu tinha planejado”.

Contudo, esses paraísos do consumo andam perdendo espaço quando o assunto é a compra por impulso. De acordo com o SPC Brasil e a Confederação Nacional das Câmaras de Dirigentes de Lojistas, os shoppings e as vendas na internet já não são mais os campeões na preferência dos gastadores. Em primeiro lugar, estão os supermercados. E isso tem uma justificativa, pois são locais onde sempre é possível encontrar alguma novidade e um produto que não estava na lista.

Essa vontade de levar o que a gente não precisa ganha mais força, pois a posição de cada item nas prateleiras foi pensada justamente para isso. As mercadorias que dão maior lucro ou as mais caras, por exemplo, ficam na altura da visão. “Eles colocam na altura da visão porque, normalmente, as pessoas estão com pressa. Aí elas chegam, vão pegando e já vão embora”, diz o cabeleireiro James Manini.

A azeitona ao lado do bacalhau também é uma estratégia de venda. Além disso, não é à toa que produtos básicos, como arroz, feijão e óleo ficam no fundo da loja. “São coisas que a pessoa nunca vai esquecer de comprar. Só que, até chegar lá, ela vai passar por vários corredores com produtos atraentes. E isso acaba fazendo com que ela compre algo mais”, explica Juliana Dias, relações públicas especialista em marketing.

Algumas redes de supermercados vão mais longe. Um exemplo é o estabelecimento onde William Basílio é gerente. “A gente contratou uma empresa que colocou sensores na loja para medir o fluxo de clientes e aumentar as vendas”, conta Basílio.

Dessa forma, também foi possível descobrir que, entre os pontos de maior movimento, e, portanto, de mais vendas, estão as esquinas dos corredores. “Se comeu e gostou, logicamente vai comprar”, acredita o contador Abel Melo. Mas se a pessoa é daquelas que ainda querem resistir, existem estratégias para segurar o impulso. “Levar a lista, nunca ir com fome, nunca levar criança e também nunca ir com pressa. Porque você pode ter tempo para pensar, escolher, comparar preço e, quando está muito apressado, vai pegando tudo o que está na frente e não consegue fazer uma compra muito racional”, aconselha a relações públicas Juliana Dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, estamos aguardando a sua participação. Obrigada!